A Evolução do EaD

O ensino a distância, conhecido pela sigla EaD, não é uma novidade e tampouco uma descoberta recente ocasionada pelo advento da internet. O EaD é tão antigo quanto a existência dos selos dos correios, cujo registro remete ao início desta atividade para meados do século XIX, na Inglaterra. Nos Estados Unidos, no limiar do século XX, já eram oferecidos cursos superiores pelo correio e, na década de 30, a União Soviética formou mais de 70% de seus engenheiros por meio de cursos via correspondência. Portanto, o ensino a distância, no decorrer de todos esses anos, vem acumulando procedimentos, técnicas e didáticas cada vez mais eficientes e eficazes, com prática consolidada universalmente.

No início, era apenas pelo correio. Em seguida, o rádio deu uma enorme contribuição, emprestando uma voz para explicar os textos impressos em complemento ao ensino a distância, com resultados excepcionais e baixo custo. Com a chegada da era da televisão, fechou-se um ciclo de comunicação com mídia impressa, falada e televisionada que chegavam aos alunos com didática em múltiplo formato, incluindo imagens de excelente assimilação e retenção de conhecimento.

Recentemente, o EaD ganhou o melhor aliado de todos os tempos e este, provavelmente, será doravante um divisor de águas: a internet, onde o ensino a distância é chamado de e-learning (EaD via rede mundial de computadores), oferecendo a possibilidade de comunicação on-line (ida e volta), criando uma conectividade e interatividade, em tempo real, entre o orientador (tutor) e o aluno ou grupo de alunos simultaneamente, independente do local, em qualquer parte do planeta.

Na prática, as novas tecnologias não substituem as formas anteriores de ensino a distância e, sim, complementam-se aumentando as condições de aprendizagem com várias alternativas de meios.

A tendência do EaD aponta para utilização de múltiplas mídias, sempre em mútua complementação: plataforma de interação on-line, TV, rádio, livros, apostilas, CD-ROM, DVDs, videoconferência, telefone, fax, celular, tablets, incluindo-se, também, o indispensável correio.

É fundamental refletir sobre o conjunto de mídias que garante as condições necessárias para o desenvolvimento de processos educativos de alta qualidade, adaptados à realidade do conteúdo programático em sintonia com seu público-alvo e, quanto possível, promover encontros presenciais, mesmo que por meio de centros de recepção com apoio de docentes.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: